5 de outubro de 2014

É SEM QUERER?

"Que fazemos com a mente de uma criança?

As crianças são mais vítimas dos pais e das pessoas mais velhas,
que constantemente lhe dão sugestões errôneas, do que culpadas.
- Não sai na rua assim... você pegará um resfriado!
-Cuidado... você poderá ser atropelado!
-Não pegue nisto... você quebra!
-Não fique na rua até tarde... pode acontecer alguma coisa ruim!
-Não chegue muito perto da água...pode se afogar!
-Se você não parar com isso... vou chamar o guarda pra te prender!
-Não entre aí.... olha o bicho!
-Não corre... você vai cair!
-Vá embora... não enche o saco!
e etc...etc...etc...

Não há dúvida de que muitos pais, pelas diabruras de seus filhos, vão além da distração e sentem-se impulsionados a usar qualquer método, pra fazer que as crianças obedeçam; porém é imprudente recorrer a sugestões destrutivas de MÊDO como medidas corretivas. Quando uma criança é reprimida desta maneira, especialmente quando se encontra em estado emocional frágil, estes errôneos quadros mentais de reveses e de má conduta, assim como a própria ênfase que vôce dá quando se refere aos seus defeitos tomam conta da consciência da criança, fazendo-a desenvolver grande suscetibilidade a respeito daquelas mesmas coisas que você deseja que ela EVITE ou ELIMINE.

Experimente este método.
 Elogios, abraços, carinho e paciência. 
Reforce-o com expressões de amor 
e observe os milagres acontecerem."




Texto: T.N.T Nossa Força Interior 

 (Claude M.Bristol e Harold Sherman)